TROCANDO O ÓLEO: Existe um país no mundo que permite trocar aulas de direção por sexo. Bora pra lá?

Da redação
Atualizado em 11/01/2017 às 6:51
Foto: Reprodução Internet

Imagine aprender a dirigir e trocar o óleo ao mesmo tempo? Na Holanda, isso é possível. Este país europeu permite que se pague aulas de direção de automóveis com sexo. E não é de hoje.

Porém, os instrutores só podem oferecer as aulas em troca de sexo desde que os alunos tenham mais de 18 anos. Além disso, é ilegal oferecer sexo em troca de aulas.

Apelidada de “passeio por um passeio” (ou ‘ride for a ride’ ), a troca de sexo por aulas de condução de automóveis tem ganhado popularidade nas buscas na internet no país.

O deputado Gert-Jan Segers disse que a prática deveria ser ilegal – mas, ao menos em seu discurso, o argumento do parlamentar não tem a ver com puritanismo: segundo ele, muitos instrutores de direção não teriam licença ministrar as aulas nem estariam declarando os serviços sexuais em seus impostos. A julgar por suas declarações, portanto, a preocupação é mais com a arrecadação de tributos e com a parte burocrática do trabalho dos instrutores do que necessariamente com a, por assim dizer, forma de pagamento escolhida.

E aí, vamos se mudar pra lá.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página  facebook.com/aratuonline e também pelo youtube.com/televisaoaratu.

Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA
X

TROCANDO O ÓLEO: Existe um país no mundo que permite trocar aulas de direção por sexo. Bora pra lá?

Fonte: Da redação
Atualizado em 11/01/2017 às 6:51

Imagine aprender a dirigir e trocar o óleo ao mesmo tempo? Na Holanda, isso é possível. Este país europeu permite que se pague aulas de direção de automóveis com sexo. E não é de hoje.

Porém, os instrutores só podem oferecer as aulas em troca de sexo desde que os alunos tenham mais de 18 anos. Além disso, é ilegal oferecer sexo em troca de aulas.

Apelidada de “passeio por um passeio” (ou ‘ride for a ride’ ), a troca de sexo por aulas de condução de automóveis tem ganhado popularidade nas buscas na internet no país.

O deputado Gert-Jan Segers disse que a prática deveria ser ilegal – mas, ao menos em seu discurso, o argumento do parlamentar não tem a ver com puritanismo: segundo ele, muitos instrutores de direção não teriam licença ministrar as aulas nem estariam declarando os serviços sexuais em seus impostos. A julgar por suas declarações, portanto, a preocupação é mais com a arrecadação de tributos e com a parte burocrática do trabalho dos instrutores do que necessariamente com a, por assim dizer, forma de pagamento escolhida.

E aí, vamos se mudar pra lá.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página  facebook.com/aratuonline e também pelo youtube.com/televisaoaratu.