LAVAGEM DO BONFIM: Prefeitura notifica 32 estabelecimentos no circuito da festa

Da redação
Atualizado em 11/01/2017 às 17:26
Foto: Bruno Concha/Secom - Divulgação

Na véspera da Lavagem do Bonfim, os agentes de fiscalização da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) voltaram às ruas para o segundo dia de operação preventiva com o intuito de notificar os comerciantes sobre a proibição da venda de bebidas em garrafas de vidro durante a festa religiosa, que acontece nesta quinta-feira (12/1).

A ação foi realizada em parte do trecho onde vai acontecer a celebração, entre a Igreja da Nossa Senhora da Conceição da Praia e a Calçada e, de acordo com a prefeitura de Salvador, também teve o objetivo de garantir que o espaço público e todos os tipos de atividades comerciais estejam totalmente regularizados e com segurança.

LEIA MAIS: SE LIGUE: Polícias dão dicas para quem for à Lavagem do Bonfim nesta quinta

Na ação, foram vistoriados bares, restaurantes, lanchonetes, depósitos e imóveis com sacadas. No total, foram 32 notificações. Em operação realizada ontem (11/1), foram contabilizadas 33. A iniciativa serviu também como alerta para que os proprietários não promovam aglomerações de pessoas dentro dos estabelecimentos, a fim de evitar acidentes. Além disso, a Sedur orientou que não é permitido instalar palco ou qualquer estrutura provisória para o evento sem a aprovação da Prefeitura.

O coordenador de fiscalização da Sedur, Everaldo Freitas, ressaltou que, durante a festa, cerca de 40 fiscais atuarão no circuito da lavagem, no percurso da Igreja da Conceição da Praia até a Igreja do Bonfim. “O estabelecimento ou barraca que estiver comercializando bebida em garrafa terá o material apreendido. E, caso haja reincidência, a atividade vai ser interditada”, frisou. Ele ainda pontuou que a ação preventiva é para evitar que no evento as garrafas sejam usadas como arma branca ou causem qualquer tipo de acidente.

LEIA MAIS: FIÉIS PAGAM A CONTA: Festa do Senhor do Bonfim não terá dinheiro público, dizem organizadores

Poluição visual – A fiscalização também teve como alvo combater a poluição visual da cidade. Os agentes removeram faixas, painéis e placas colocadas nas fachadas de imóveis comerciais e residenciais. A ação é amparada pelo Decreto 12.642/2000, que regula a publicidade no município. De acordo com Everaldo Freitas, no dia do cortejo religioso “o único tipo de publicidade que vai ser permitida é a que contenha mensagem cultural ou institucional transportado por pessoas”. Vale lembrar que o patrocínio oficial da Lavagem do Bonfim é da Skol. Por isso, é liberada apenas a exibição comercial dessa marca durante o evento.

LEIA MAIS: SAGRADO, PROFANO E POLÍTICO: ‘Diretas Já’ vai até Bonfim por Fora Temer e novas eleições

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página facebook.com/aratuonline e também pelo youtube.com/televisaoaratu.

Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA

LAVAGEM DO BONFIM: Prefeitura notifica 32 estabelecimentos no circuito da festa

Fonte: Da redação
Atualizado em 11/01/2017 às 17:26

Na véspera da Lavagem do Bonfim, os agentes de fiscalização da Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) voltaram às ruas para o segundo dia de operação preventiva com o intuito de notificar os comerciantes sobre a proibição da venda de bebidas em garrafas de vidro durante a festa religiosa, que acontece nesta quinta-feira (12/1).

A ação foi realizada em parte do trecho onde vai acontecer a celebração, entre a Igreja da Nossa Senhora da Conceição da Praia e a Calçada e, de acordo com a prefeitura de Salvador, também teve o objetivo de garantir que o espaço público e todos os tipos de atividades comerciais estejam totalmente regularizados e com segurança.

LEIA MAIS: SE LIGUE: Polícias dão dicas para quem for à Lavagem do Bonfim nesta quinta

Na ação, foram vistoriados bares, restaurantes, lanchonetes, depósitos e imóveis com sacadas. No total, foram 32 notificações. Em operação realizada ontem (11/1), foram contabilizadas 33. A iniciativa serviu também como alerta para que os proprietários não promovam aglomerações de pessoas dentro dos estabelecimentos, a fim de evitar acidentes. Além disso, a Sedur orientou que não é permitido instalar palco ou qualquer estrutura provisória para o evento sem a aprovação da Prefeitura.

O coordenador de fiscalização da Sedur, Everaldo Freitas, ressaltou que, durante a festa, cerca de 40 fiscais atuarão no circuito da lavagem, no percurso da Igreja da Conceição da Praia até a Igreja do Bonfim. “O estabelecimento ou barraca que estiver comercializando bebida em garrafa terá o material apreendido. E, caso haja reincidência, a atividade vai ser interditada”, frisou. Ele ainda pontuou que a ação preventiva é para evitar que no evento as garrafas sejam usadas como arma branca ou causem qualquer tipo de acidente.

LEIA MAIS: FIÉIS PAGAM A CONTA: Festa do Senhor do Bonfim não terá dinheiro público, dizem organizadores

Poluição visual – A fiscalização também teve como alvo combater a poluição visual da cidade. Os agentes removeram faixas, painéis e placas colocadas nas fachadas de imóveis comerciais e residenciais. A ação é amparada pelo Decreto 12.642/2000, que regula a publicidade no município. De acordo com Everaldo Freitas, no dia do cortejo religioso “o único tipo de publicidade que vai ser permitida é a que contenha mensagem cultural ou institucional transportado por pessoas”. Vale lembrar que o patrocínio oficial da Lavagem do Bonfim é da Skol. Por isso, é liberada apenas a exibição comercial dessa marca durante o evento.

LEIA MAIS: SAGRADO, PROFANO E POLÍTICO: ‘Diretas Já’ vai até Bonfim por Fora Temer e novas eleições

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página facebook.com/aratuonline e também pelo youtube.com/televisaoaratu.