FRUSTRAÇÃO NA ACADEMIA: Ausência de Bob Dylan marca entrega de prêmios Nobel

Agência Brasil
Atualizado em 12/12/2016 às 6:54
Foto: Reprodução

O cantor Bob Dylan foi a principal ausência na cerimônia de entrega dos prêmios Nobel, em Estocolmo, na Suécia, ocorrida no último fim de semana. A informação é da Agência Ansa.

Dylan, que já tinha confirmado que não iria ao evento, enviou uma mensagem que foi lida em público. Nela, o vencedor do Nobel de Literatura agradeceu a academia sueca pelo título. “Lamento não poder estar com vocês pessoalmente, mas, por favor, saibam que estou definitivamente com vocês em espírito e honrado em receber um prêmio tão prestigioso”, disse Dylan.

A mensagem foi lida por Azita Raji, embaixadora norte-americana na Suécia. Na entrega do Nobel, a cantora Patti Smith interpretou a canção de Dylan A Hard Rain’s A Gonna Fall.

Dylan demorou para aceitar o prêmio de 8 milhões de coroas suecas (US$ 870 mil), o que frustou a academia, que anunciou seu nome para o Nobel de Literatura em 13 de outubro.

Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA

FRUSTRAÇÃO NA ACADEMIA: Ausência de Bob Dylan marca entrega de prêmios Nobel

Fonte: Agência Brasil
Atualizado em 12/12/2016 às 6:54

O cantor Bob Dylan foi a principal ausência na cerimônia de entrega dos prêmios Nobel, em Estocolmo, na Suécia, ocorrida no último fim de semana. A informação é da Agência Ansa.

Dylan, que já tinha confirmado que não iria ao evento, enviou uma mensagem que foi lida em público. Nela, o vencedor do Nobel de Literatura agradeceu a academia sueca pelo título. “Lamento não poder estar com vocês pessoalmente, mas, por favor, saibam que estou definitivamente com vocês em espírito e honrado em receber um prêmio tão prestigioso”, disse Dylan.

A mensagem foi lida por Azita Raji, embaixadora norte-americana na Suécia. Na entrega do Nobel, a cantora Patti Smith interpretou a canção de Dylan A Hard Rain’s A Gonna Fall.

Dylan demorou para aceitar o prêmio de 8 milhões de coroas suecas (US$ 870 mil), o que frustou a academia, que anunciou seu nome para o Nobel de Literatura em 13 de outubro.