ESCLARECIMENTOS: Governo garante que Secretaria da Fazenda e Embasa não são alvos de operação da PF

Da Redação
Atualizado em 13/09/2017 às 13:57
ESCLARECIMENTOS: Governo garante que Secretaria da Fazenda e Embasa não são alvos de operação da PF Foto: Reprodução

Apesar das equipes da Polícia Federal ter feito buscas na Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), o órgão garante que não é alvo da operação “Opinião”, deflagrada na manhã desta quarta-feira (13/9).

LEIA MAIS: URGENTE: Ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, é alvo de operação da PF

Por meio de nota, a assessoria informou que “a Polícia Federal chegou à sede da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba) para cumprir mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça Eleitoral, tendo como alvo um técnico administrativo do quadro efetivo da secretaria. A Sefaz-Ba, portanto, não é alvo da operação da Polícia Federal”.

Confira na íntegra:

Por volta das 6h10 da manhã, a Polícia Federal chegou à sede da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba) para cumprir mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça Eleitoral, tendo como alvo um técnico administrativo do quadro efetivo da secretaria. A Sefaz-Ba, portanto, não é alvo da operação da Polícia Federal.

O servidor é lotado na área administrativa e não exerce nenhum cargo de confiança, direção ou assessoramento na Secretaria. A orientação da Sefaz-Ba é a de colaborar com as investigações, acompanhar os seus desdobramentos e, caso necessário, tomar as providências cabíveis.

A Embasa também se manifestou sobre a operação. “Com relação à operação Opinião, deflagrada pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Eleitoral, na manhã desta quarta-feira (13), informamos que a Embasa não é objeto ou alvo da operação em questão e que a empresa está à disposição para prestar informações de natureza funcional sobre qualquer de seus colaboradores“.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página facebook.com/aratuonline e também pelo youtube.com/televisaoaratu.

Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA
X

ESCLARECIMENTOS: Governo garante que Secretaria da Fazenda e Embasa não são alvos de operação da PF

Fonte: Da Redação
Atualizado em 13/09/2017 às 13:57
ESCLARECIMENTOS: Governo garante que Secretaria da Fazenda e Embasa não são alvos de operação da PF

Apesar das equipes da Polícia Federal ter feito buscas na Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), o órgão garante que não é alvo da operação “Opinião”, deflagrada na manhã desta quarta-feira (13/9).

LEIA MAIS: URGENTE: Ex-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo, é alvo de operação da PF

Por meio de nota, a assessoria informou que “a Polícia Federal chegou à sede da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba) para cumprir mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça Eleitoral, tendo como alvo um técnico administrativo do quadro efetivo da secretaria. A Sefaz-Ba, portanto, não é alvo da operação da Polícia Federal”.

Confira na íntegra:

Por volta das 6h10 da manhã, a Polícia Federal chegou à sede da Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-Ba) para cumprir mandado de busca e apreensão expedido pela Justiça Eleitoral, tendo como alvo um técnico administrativo do quadro efetivo da secretaria. A Sefaz-Ba, portanto, não é alvo da operação da Polícia Federal.

O servidor é lotado na área administrativa e não exerce nenhum cargo de confiança, direção ou assessoramento na Secretaria. A orientação da Sefaz-Ba é a de colaborar com as investigações, acompanhar os seus desdobramentos e, caso necessário, tomar as providências cabíveis.

A Embasa também se manifestou sobre a operação. “Com relação à operação Opinião, deflagrada pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Eleitoral, na manhã desta quarta-feira (13), informamos que a Embasa não é objeto ou alvo da operação em questão e que a empresa está à disposição para prestar informações de natureza funcional sobre qualquer de seus colaboradores“.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos na página facebook.com/aratuonline e também pelo youtube.com/televisaoaratu.