‘DEU AS CARAS’: Namorado que matou corretora em apartamento no Barbalho será apresentado pela polícia

Da redação
Atualizado em 14/11/2017 às 16:45
'DEU AS CARAS': Namorado que matou corretora em apartamento no Barbalho será apresentado pela polícia Foto: Reprodução

O principal acusado de matar a corretora de imóveis Janaína Silva de Oliveira, de 42 anos, será apresentado pela polícia no final da tarde desta terça-feira (14/11). Aidílson Viana de Sousa e Janaína namoraram por 5 anos.

Janaína foi morta a facadas dentro de um apartamento, no edifício Santa Tereza, no bairro do Barbalho, em Salvador.

LEIA MAIS: NA CADEIA: Preso suspeito de assassinar jornalista em edifício empresarial de Salvador

O homem será apresentado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro da Pituba, onde familiares da vítima chegaram a prestar depoimentos. Aidílson chegou a desaparecer após o crime. A suspeita é de que o crime tenha acontecido durante a madrugada de sexta-feira, horas antes de o corpo da corretora ter sido encontrado pela filha dela – fruto de outro relacionamento.

Detalhes serão dados durante a apresentação.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline.

Publicado originalmente às 15h57*

 

Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA
X

‘DEU AS CARAS’: Namorado que matou corretora em apartamento no Barbalho será apresentado pela polícia

Fonte: Da redação
Atualizado em 14/11/2017 às 16:46
'DEU AS CARAS': Namorado que matou corretora em apartamento no Barbalho será apresentado pela polícia

O principal acusado de matar a corretora de imóveis Janaína Silva de Oliveira, de 42 anos, será apresentado pela polícia no final da tarde desta terça-feira (14/11). Aidílson Viana de Sousa e Janaína namoraram por 5 anos.

Janaína foi morta a facadas dentro de um apartamento, no edifício Santa Tereza, no bairro do Barbalho, em Salvador.

LEIA MAIS: NA CADEIA: Preso suspeito de assassinar jornalista em edifício empresarial de Salvador

O homem será apresentado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), no bairro da Pituba, onde familiares da vítima chegaram a prestar depoimentos. Aidílson chegou a desaparecer após o crime. A suspeita é de que o crime tenha acontecido durante a madrugada de sexta-feira, horas antes de o corpo da corretora ter sido encontrado pela filha dela – fruto de outro relacionamento.

Detalhes serão dados durante a apresentação.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline.

Publicado originalmente às 15h57*