DETIDO: Aluno da Unifacs acusado de assédio é preso preventivamente, indiciado por estupro

Da redação
Atualizado em 14/11/2017 às 15:38
DETIDO Aluno da Unifacs acusado de assédio é preso preventivamente, indiciado por estupro Foto: Alberto Maraux/Divulgação

Após se masturbar na frente de, pelo menos, duas colegas, Douglas Mendes Lopes, 30 anos, aluno do primeiro semestre de design gráfico da Universidade Salvador (Unifacs), foi indiciado por estupro. Ele, que foi preso em flagrante na última sexta-feira (10/11), compareceu à audiência de custódia realizada nesta segunda-feira (13/11), e teve a prisão convertida em preventiva.

Douglas, que já foi aluno também da Unijorge, foi apresentado à imprensa no final da manhã desta terça-feira (14/11). O rapaz havia sido acusado por duas colegas de colocar o órgão genital para fora da calça e se masturbar. A delegada Selma Reis, da 16ª Delegacia Territorial (DT) declarou que duas estudantes da Unijorge entraram em contato para informar que uma situação parecida também já havia acontecido na faculdade onde estudam.

A delegada explicou ainda que, na sexta-feira (10/11), seguranças da Unifacs acompanhavam o caso através das câmeras e avisaram aos policiais da 16ª DT. “Nossa equipe foi até ao local e prendeu Douglas em flagrante”, disse Selma, acrescentando que, durante o interrogatório, o acusado debochou do trabalho da polícia, chegando a falar que logo estaria solto. “Ele se enganou”, ressaltou ela, observando que Douglas será encaminhado, ainda nesta terça-feira (14/11), para o sistema prisional. Se condenado, poderá pegar pena entre seis e dez anos.

LEIA MAIS: ITABUNA: Estrutura de loja desaba e cinco pessoas ficam feridas; Veja vídeo

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline.

*Publicada originalmente às 15h05

Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA
X

DETIDO: Aluno da Unifacs acusado de assédio é preso preventivamente, indiciado por estupro

Fonte: Da redação
Atualizado em 14/11/2017 às 15:40
DETIDO Aluno da Unifacs acusado de assédio é preso preventivamente, indiciado por estupro

Após se masturbar na frente de, pelo menos, duas colegas, Douglas Mendes Lopes, 30 anos, aluno do primeiro semestre de design gráfico da Universidade Salvador (Unifacs), foi indiciado por estupro. Ele, que foi preso em flagrante na última sexta-feira (10/11), compareceu à audiência de custódia realizada nesta segunda-feira (13/11), e teve a prisão convertida em preventiva.

Douglas, que já foi aluno também da Unijorge, foi apresentado à imprensa no final da manhã desta terça-feira (14/11). O rapaz havia sido acusado por duas colegas de colocar o órgão genital para fora da calça e se masturbar. A delegada Selma Reis, da 16ª Delegacia Territorial (DT) declarou que duas estudantes da Unijorge entraram em contato para informar que uma situação parecida também já havia acontecido na faculdade onde estudam.

A delegada explicou ainda que, na sexta-feira (10/11), seguranças da Unifacs acompanhavam o caso através das câmeras e avisaram aos policiais da 16ª DT. “Nossa equipe foi até ao local e prendeu Douglas em flagrante”, disse Selma, acrescentando que, durante o interrogatório, o acusado debochou do trabalho da polícia, chegando a falar que logo estaria solto. “Ele se enganou”, ressaltou ela, observando que Douglas será encaminhado, ainda nesta terça-feira (14/11), para o sistema prisional. Se condenado, poderá pegar pena entre seis e dez anos.

LEIA MAIS: ITABUNA: Estrutura de loja desaba e cinco pessoas ficam feridas; Veja vídeo

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline.

*Publicada originalmente às 15h05