Bombeiro que queria atacar Congresso com caminhão tem prisão preventiva decretada


Atualizado em 04/12/2017 às 15:41
Bombeiro que queria atacar Congresso com caminhão tem prisão preventiva decretada

A Justiça do Distrito Federal decretou a prisão preventiva de um bombeiro que roubou um caminhão do Corpo de Bombeiros e tentou lançar o veículo contra o edifício do Congresso Nacional, em Brasília, neste último domingo (3/12). O  2º sargento Fabrício Marcos de Araújo, 44,  foi interceptado por policiais militares e detido antes de concluir seu plano.

Sua prisão preventiva, que pode durar 30 dias, foi decretada pelo juiz Alessandro Marchió Bezerra. De acordo com a decisão judicial, a defesa do sargento apresentou um relatório psicológico afirmando que ele não tinha como responder temporariamente por seus atos. O juiz entendeu que “para garantia da ordem pública” não era possível que ele ficasse em liberdade, pois havia o risco de que tentasse repetir o caso.

O sargento furtou o caminhão em Ceilândia Norte e, em alta velocidade, chegou até a Esplanada dos Ministérios, a uma distância de quase 30 quilômetros. Na Esplanada, ele foi perseguido por policiais militares.

LEIA MAIS: POMBINHOS: Namorado de Fátima Bernardes posta foto de viagem e se declara para a jornalista

LEIA MAIS: BONS FRUTOS: Detentos cultivam produtos orgânicos no presídio e vendem em feira no Cabula

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline.

*Publicada originalmente às 11h54