ATAQUE EM MUSSURUNGA: Autor de atentado já havia sido preso há um mês

Da Redação
Atualizado em 12/10/2017 às 17:50
ATAQUE-EM-MUSSURUNGA-Autor-de-disparos-já-havia-sido-preso-há-um-mês. Foto: Reprodução

O autor das facadas que ocorreram nesta quinta-feira (12/10) na Estação Mussurunga, Nelson Messias dos Santos, 48 anos, já havia sido preso há um mês por agressão contra a esposa e ficou custodiado apenas quatro dias. Pela manhã, Nelson assassinou a cunhada Jacineide Alves Lima, 42 anos, feriu dois homens e em seguida se suicidou.

LEIA MAIS: A FACADAS: Homem burla segurança e deixa três pessoas feridas na Estação Mussurunga

O suspeito ganhou a liberdade provisória devido determinação judicial. A polícia acredita, inicialmente, que o objetivo dele era matar a companheira, com quem tinha um relacionamento conturbado, mas a irmã, acabou inteferindo e sendo morta. Outros dois homens que também tentaram conter Nelson ficaram feridos e foram socorridos para o Hospital Geral do Estado (HGE).

Informações preliminares dão conta que uma das vítimas está em estado grave e outra não corre risco de morte. Parentes de Jacineide estão sendo ouvidas nesse momento.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo, na página facebook.com/aratuonline.

*Publicada originalmente às 13h31

Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA

ATAQUE EM MUSSURUNGA: Autor de atentado já havia sido preso há um mês

Fonte: Da Redação
Atualizado em 12/10/2017 às 17:55
ATAQUE-EM-MUSSURUNGA-Autor-de-disparos-já-havia-sido-preso-há-um-mês.

O autor das facadas que ocorreram nesta quinta-feira (12/10) na Estação Mussurunga, Nelson Messias dos Santos, 48 anos, já havia sido preso há um mês por agressão contra a esposa e ficou custodiado apenas quatro dias. Pela manhã, Nelson assassinou a cunhada Jacineide Alves Lima, 42 anos, feriu dois homens e em seguida se suicidou.

LEIA MAIS: A FACADAS: Homem burla segurança e deixa três pessoas feridas na Estação Mussurunga

O suspeito ganhou a liberdade provisória devido determinação judicial. A polícia acredita, inicialmente, que o objetivo dele era matar a companheira, com quem tinha um relacionamento conturbado, mas a irmã, acabou inteferindo e sendo morta. Outros dois homens que também tentaram conter Nelson ficaram feridos e foram socorridos para o Hospital Geral do Estado (HGE).

Informações preliminares dão conta que uma das vítimas está em estado grave e outra não corre risco de morte. Parentes de Jacineide estão sendo ouvidas nesse momento.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo, na página facebook.com/aratuonline.

*Publicada originalmente às 13h31