ABSOLVIDO: Atacante do Vitória acusado de injúria é considerado inocente pela Justiça

Da redação
Atualizado em 10/11/2017 às 17:10
ABSOLVIDO: Atacante do Vitória acusado de injúria é considerado inocente pela Justiça Foto: Maurícia da Mata/divulgação/EC Vitória

O atacante do Vitória, Santiago Tréllez, foi absolvido da suposta injúria racial contra o meio-campo Renê Junior, do Bahia, durante partida realizada pelo Campeonato Brasileiro. O colombiano foi julgado na tarde desta sexta-feira (10/11) pela pela Quarta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

O árbitro da partida, Marcelo de Lima Henrique, relatou a situação na súmula.“Aos 45 mais 2 do segundo tempo, quando a bola estava fora de jogo, o atleta nº23 Renê dos Santos Júnior da equipe do E.C. Bahia veio em minha direção informando que o atleta nº 22 Santiago Tréllez da equipe do E.C. Vitória o chamou de ‘macaco’. Cabe ressaltar que o fato não foi presenciado por mim e por nenhum membro da equipe de arbitragem”, escreveu.

Após a partida, Tréllez publicou um vídeo em uma rede social onde se desculpa por qualquer ofensa que teria praticado contra sue adversário, mas nega que tenha chamado o atleta do Bahia de “macaco”.

LEIA MAIS: Atacante do Vitória é denunciado pelo STJD por suposta injúria racial durante o Ba-Vi

CONFIRA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA (10/11):

Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA
X

ABSOLVIDO: Atacante do Vitória acusado de injúria é considerado inocente pela Justiça

Fonte: Da redação
Atualizado em 10/11/2017 às 17:17
ABSOLVIDO: Atacante do Vitória acusado de injúria é considerado inocente pela Justiça

O atacante do Vitória, Santiago Tréllez, foi absolvido da suposta injúria racial contra o meio-campo Renê Junior, do Bahia, durante partida realizada pelo Campeonato Brasileiro. O colombiano foi julgado na tarde desta sexta-feira (10/11) pela pela Quarta Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

O árbitro da partida, Marcelo de Lima Henrique, relatou a situação na súmula.“Aos 45 mais 2 do segundo tempo, quando a bola estava fora de jogo, o atleta nº23 Renê dos Santos Júnior da equipe do E.C. Bahia veio em minha direção informando que o atleta nº 22 Santiago Tréllez da equipe do E.C. Vitória o chamou de ‘macaco’. Cabe ressaltar que o fato não foi presenciado por mim e por nenhum membro da equipe de arbitragem”, escreveu.

Após a partida, Tréllez publicou um vídeo em uma rede social onde se desculpa por qualquer ofensa que teria praticado contra sue adversário, mas nega que tenha chamado o atleta do Bahia de “macaco”.

LEIA MAIS: Atacante do Vitória é denunciado pelo STJD por suposta injúria racial durante o Ba-Vi

CONFIRA AS PRINCIPAIS NOTÍCIAS DESTA SEXTA-FEIRA (10/11):

Acompanhe nossas transmissões ao vivo e conteúdos exclusivos no www.aratuonline.com.br/aovivo e no facebook.com/aratuonline.

*Publicada originalmente às 15h52