Salvador: 24ºC Mín 31ºC Máx
24 de Julho de 2014
 
           
 
Notícias

Home | Notícias
RSS
Aumentar Fonte Diminuir Fonte Indicar Notícia Comentário Imprimir  
  11:08hs
  ..:: 10/08 - Jaques Wagner e José Serra firmam parceria tributária para combater a sonegação
 

Com o objetivo de intensificar o combate à sonegação fiscal, os governadores dos estados da Bahia, Jaques Wagner, e de São Paulo, José Serra, firmarão na próxima segunda-feira (10), sete protocolos relativos a implantação da substituição tributária do ICMS entre os dois estados. A solenidade de assinatura será realizada às 14h, na Fundação Luis Eduardo Magalhães, no CAB. Também participarão do evento, os secretários da Fazenda da Bahia, Carlos Martins, e de São Paulo, Mauro Ricardo Costa.


Durante a solenidade serão firmados protocolos que versam sobre a tributação dos seguintes produtos: brinquedos, bicicletas, material de limpeza, produtos farmacêuticos, bebidas quentes, materiais de construção e papelaria. Com os protocolos, as empresas de São Paulo que enviarem mercadorias desses setores a Bahia, ou vice-versa, farão a retenção e o recolhimento do ICMS em benefício do estado destinatário pelo regime da substituição tributária, através do qual se transfere para o estado de origem o recolhimento do imposto que seria pago em todas as etapas de comercialização até a venda ao consumidor final.


A comercialização dessas mercadorias gera valores significativos para a arrecadação da Bahia e, de janeiro a julho de 2009, esses produtos contribuíram com o montante de R$ 165,9 milhões, abrangendo cerca de 20 mil contribuintes. Estima-se que com esses protocolos haja um ganho de R$ 70 milhões anuais na arrecadação do Estado.


Parceria São Paulo e Bahia


Segundo o secretário Carlos Martins, essa medida é de grande importância para a disseminação do imposto e para elevação do risco subjetivo que incorre àquele que não cumpre sua obrigação tributária.  “E se reverte de maior valor ainda, com o protagonismo manifestado por São Paulo e Bahia em matéria de Administração Tributária, à exemplo da implantação da Nota Fiscal Eletrônica, do Conhecimento de Transporte Eletrônico, do Sped Fiscal, áreas em que as duas Secretarias são firmes parceiras, e que estão a serviço não só de seus Estados, mas como de todo o Brasil”.


Ele destaca ainda que “a assinatura de protocolos juntamente com o estado de São Paulo, maior produtor nacional, mostra que o Governo da Bahia não mede esforços para diminuir de forma significativa a sonegação fiscal, visto que a mercadoria já vai sair com o imposto retido daquele Estado”, afirma.


De acordo com o secretário baiano, a implantação da substituição tributária é uma das grandes aliadas do governo no combate à sonegação. “A substituição tributária, ao transferir para a origem a arrecadação do imposto, facilita o acompanhamento do recolhimento do tributo e garante a justiça fiscal, evitando a concorrência desleal de empresas que não recolhem adequadamente o ICMS, tornando assim o ambiente de negócios menos burocrático e dispendioso”, explicou Martins.


Substituição Tributária
 

Graças ao tamanho territorial da Bahia e suas fronteiras com oito unidades da Federação, o estado baiano tem adotado acordos interestaduais com estados produtores e circunvizinhos para a adesão ou exclusão de determinados produtos no regime de substituição tributária.  Hoje, já existem acordos interestaduais para medicamentos e produtos farmacêuticos com os estados do Acre, Alagoas, Espírito Santo, Tocantins, Maranhão, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, dentre outros.


Outro exemplo é o segmento das bebidas quentes, que já faz parte do regime de substituição tributária em produtos com vermutes e outros vinhos de uvas frescas aromatizados por plantas ou substâncias aromáticas, assim como outras bebidas como uísques, vodcas e conhaques.


Fonte: SEFAZ.

 
 
Comentários:

SERÁ PAGO NO MES DE DEZEMBRO, DO ANO EM CURSO A URV DEVIDA, A TODOS OS SERVIDORES, DO EXECUTIVO ESTADUAL. ESTA SERÁ UMA META DE VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL. FONTE, DOE, AGECOM, E CONFERE COM O ORIGINAL....


SERÁ PAGO NO MES DE DEZEMBRO, DO ANO EM CURSO A URV DEVIDA, A TODOS OS SERVIDORES, DO EXECUTIVO ESTADUAL. ESTA SERÁ UMA META DE VALORIZAÇÃO DO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL. FONTE, DOE, AGECOM, E CONFERE COM O ORIGINAL....


O GOVERNO DA BAHIA, PAGA NO SEGUNDO SEMESTRE DO ANO EM CURSO A URV DEVIDA, A TODOS OS SERVIDORES PÚBLICOS DO EXECUTIVO ESTADUAL. ESTA MEDIDA SEGUE A META DE VOLORIZAÇÃO DO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL.....


O GOVERNO DA BAHIA, PAGA NO SEGUNDO SEMESTRE DO ANO EM CURSO A URV DEVIDA, A TODOS OS SERVIDORES PÚBLICOS DO EXECUTIVO ESTADUAL. ESTA MEDIDA SEGUE A META DE VOLORIZAÇÃO DO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL.....


O GOVERNO DA BAHIA, PAGA NO SEGUNDO SEMESTRE DO ANO EM CURSO A URV DEVIDA, A TODOS OS SERVIDORES PÚBLICOS DO EXECUTIVO ESTADUAL. ESTA MEDIDA SEGUE A META DE VOLORIZAÇÃO DO SERVIDOR PÚBLICO ESTADUAL.....


   
 

Assaltos a ônibus crescem 30% em Salvador

Outras Notícias:
 
  Foto: jornalggn   O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, disse hoje (18) que as investigações da Operação Lava Jato, da

 
  O Ministério Público Eleitoral (MPE) impugnou ontem (16) o registro de dois candidatos ao governo do Distrito Federal (DF). De acordo com o órgão, José
 
    Foto:edgblogs.s3     O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), disse hoje (17) que, após as eleições de outubro, os sena

 
  A 2ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDF) manteve hoje (9) a condenação do ex-governador do Distrito Federa




Institucional Cidade Esporte Diversão e Cultura Galeria de vídeos Programas Locais Promoções TV Aratu Emprego e Estágio