CÂNCER DE MAMA AOS 26.

A realização de exames anuais sempre será o melhor caminho para o diagnóstico precoce do câncer de mama.
Depois de um difícil diagnóstico, a bancária Thaise Assis descobriu estar com câncer de mama aos 26 anos. Ela precisou realizar exames apurados para descobrir a doença e foi encaminhada para tratamento na Clínica AMO em Salvador, sendo atendida pelos oncologistas Dr. Carlos Sampaio e Dra Vanessa Dybal.

Em todo o processo, o apoio de sua família e amigos foi fundamental. “Nesse tempo meu pai também faleceu. Foi mais um baque emocional. Então, mais ainda eu senti o apoio da minha família e dos meus amigos, que cuidavam de mim o tempo todo e não me deixavam ficar triste. Até hoje, esse apoio é muito importante porque a gente se sente acolhido, protegido, cuidado”, salienta, estendendo esse sentimento de gratidão também para a sensibilidade que recebe dos médicos, enfermeiras e funcionários da AMO.

A experiência da luta para vencer a doença fez Thaise participar de atividades da abordagem multidisciplinar da clínica, o AMO Acolher e AMO Viver, e ampliar ainda mais seu senso de solidariedade ao colaborar nas atividades do Projeto Repartir, grupo de voluntárias que ajudam, entre outras instituições, o Núcleo Assistencial para Pessoas Com Câncer (Naspec). “Isso é muito bom porque você percebe que está passando por coisas que outras já superaram e que tudo isso vai passar. Hoje, muitas vezes, quando eu venho para a clínica eu converso e dou dicas para pacientes e acabo ficando amiga de mulheres que estão iniciando tratamento. Isso cria um elo”, revela.

Hoje, aos 30 anos e curada da doença, a jovem se sente renovada e é um exemplo impressionante de quem transformou uma situação ruim em algo positivo, que é ajudar o próximo. “Eu considero o câncer o maior ’presente’ que Deus me deu. Porque passei a dar mais valor à vida, olhar tudo de outra maneira. Determinadas coisas que antes pareciam muito importantes, vi que não têm importância. A alegria é literalmente viver o agora de forma mais intensa, viver o que te dá prazer”, conclui ela.

Fonte: Facebook da Clínica AMO

Nenhum Comentário

Os comentários estão desativados.