FORO DE PACIENTES COM CÂNCER DE MAMA EM GRAMADO

Na última sexta-feira, 28 de agosto, aconteceu o Foro de Pacientes com Câncer de Mama: acesso aos tratamentos no Brasil, em Gramado (RS). Com uma programação totalmente voltada ao cenário brasileiro do câncer de mama avançado, a iniciativa foi importantíssima para fomentar a discussão em torno do tema, engajar sociedades médicas, profissionais de saúde, parlamentares e Associações de Pacientes na luta pela construção do acesso.

O Foro aconteceu como parte da 10ª edição do Câncer de Mama Gramado – 2015, um dos eventos mais tradicionais do país a discutir as temáticas relacionadas ao câncer.

O evento foi dividido em Blocos e discutiu o papel das Sociedades Médicas, Associações de Pacientes e Parlamentares dentro desse cenário, enfatizando a importância de se construir políticas públicas para avanço no tratamento e apoio ao pacientes, além de engajar a sociedade nessa causa. Fui convidada pela Novartis para moderar a mesa na qual FEMAMA, AMUCC e ONCOGIA debateram o tema. O que concluiu-se foi que é necessária a união de todas essas frentes para elencar o que quiser quais as mudanças mais urgentes e pressionar o governo para tal. A pergunta foi: será que esse discurso sairá do papel? Pela minha percepção, se depender as Associações de Pacientes, SIM.

Ficou claro que a doença conta com uma comunidade de apoio engajada e ativa, no entanto, as principais campanhas sobre câncer de mama giram em torno de assuntos como detecção precoce, prevenção e possibilidade de cura, deixando de fora aspectos relacionados às fases avançadas da doença (estágios III e IV, também conhecidos como metastático e avançado localizado). A nova proposta é mudar isso, alertando a população e fazendo com que ela participe dessa movimentação para forçar o Governo a tomar atitudes, parando de negligenciar os casos avançados e incluindo para elas as novas tecnologias disponíveis na medicina.

IMG_20150828_151508477

Fiquei maravilhada e orgulhosa em ver que existem SIM pessoas que estão pensando nas pacientes que dependem do SUS e lutando, com unhas e dentes para a melhora do cenário no qual nos encontramos.  Foi muito importante ter ido, absorvido os conteúdos e conhecido tantas ativistas importantes nessa causa!

xssss

Marcelle da Fundação Laço Rosa, eu e Flávia Flores do Quimioterapia e Beleza

szd

Lucilene do Diário de São Paulo, Flávia Flores do Quimioterapia e Beleza, eu, Marcelle da Fundação Laço Rosa, Leoni Margarida da AMUCC, Luciana Holtz do Oncoguia e Tainá do site Vencer o Câncer

dfdsfc

Eu, Flávia Flores do Quimioterapia e Beleza e Leoni Margarida da AMUCC.

Sobre o câncer

O câncer de mama já representa um dos principais problemas de saúde pública no Brasil. É o tipo mais prevalente entre as mulheres e é a principal causa de morte entre as brasileiras. São 57 mil novos casos a cada ano (estimativa 2014/2015 – INCA), sendo que 50% das pacientes diagnosticadas no SUS já estão em estágio avançado. No Brasil, as taxas de mortalidade por câncer de mama continuam elevadas, chegando a mais de 13 mil mulheres/ano, conforme dados do INCA.

 

Nenhum Comentário

Os comentários estão desativados.