DEPOIMENTO DE ADILSON NOVENTA

Vou contar um pouquinho da minha história para vocês…

Meu nome é Adilson, tenho hoje 52 anos e, há cerca de 04 anos, foi diagnosticado em mim um câncer de mama, isto mesmo um câncer de mama em homem.

Custei acreditar que isto estaria acontecendo comigo, pois raramente tive problemas de saúde. E então porque um câncer agora?

Nos primeiros dias da descoberta fiquei muito assustado, pois não sabia como seria o tratamento, e além disto praticamente minha família aqui em Salvador é reduzida somente a mim e meu Filho. Eu sabia que teríamos dificuldades para enfrentar a doença e o tratamento.

Sempre frequentei a Igreja Católica e, no dia que fui fazer uma ressonância para ter melhor o diagnóstico, me deparei na porta da Igreja Nossa Senhora da Vitória. Entrei sozinho, ajoelhei e, conversando com Deus, disse que estava aceitando este câncer, mas que ele não me deixasse sofrer, muito menos ao meu filho.

Enfim, passei por todos os procedimentos, cirurgia de retirada da mama esquerda, 8 sessões de quimioterapia e 28 sessões de radioterapia.

Com o tempo aprendi a conviver com isto, sei que não posso fazer esforço no braço esquerdo, mas tenho uma vida normal, apesar de ainda usar medicamento diário, pelo menos até 2018.

Neste primeiro instante, quero registrar a importância da família no apoio ao tratamento, no meu caso do meu filho, que me acompanhou em todos os momentos. Méritos também para todo corpo clinico do Hospital Aristides Maltês,  sempre com a mão divina de Deus.

Neste Dia dos PAIS, quero deixar esta mensagem de muita FÉ, principalmente para as pessoas que estão recém diagnosticadas, que estão no início ao no final do tratamento, seja nas sessões de quimio ou de rádio. Entreguem a DEUS! Ele nos quer sorrindo, seja qual for o nosso problema. Foi através desta doença que descobri o tamanho da minha FÉ.

Um bom domingo a todos e aos Pais um FELIZ DIA dos PAIS.

Nenhum Comentário

Os comentários estão desativados.