Banzaê recebe mais uma edição da Caravana da Justiça Social

A cidade de Banzaê recebeu nessa sexta e sábado mais uma edição da Caravana da Justiça Social. O projeto itinerante foi dividido em dois locais. Na sexta (10), o distrito da Aldeia Mirandela Kiriri recebeu os serviços na Escola Estadual Indígena Zacarias, atendendo à população da região. Já no sábado (11), o projeto esteve na sede do município na Escola Municipal José Benevides. Durante os dois dias, mais de 2 mil pessoas foram atendidas.

“Essa é a primeira vez que a Caravana fica dois dias no mesmo município justamente para atender toda a população, sobretudo às comunidades indígenas que correspondem a uma grande parte dos habitantes de Banzaê”, afirmou o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social, Carlos Martins.  “Estamos encerrando o ano com um saldo super positivo do projeto. Até dezembro, ainda vamos passar por Santo Antônio de Jesus, Varzedo e Barra da Estiva, totalizando 16 caravanas em 2017”, completou Martins.

Mirandela – O final de semana foi de festa para os Kiriris de Banzaê. Em novembro, é comemorado 20 anos da retomada do território da Mirandela, que durante anos foi alvo de disputa entre os posseiros e indígenas. Em 1997, os índios definitivamente retomaram o território que hoje já é demarcada oficialmente como território indígena.

Caravana – O mutirão gratuito inclui emissão de documentação pessoal, como RG, Carteira de Trabalho, CPF, Certidão de Nascimento e Casamento; cadastro no Programa Identidade Jovem (ID Jovem); solicitação e entrega de carteiras do Passe Livre Intermunicipal para Pessoas com Deficiência; atendimento do Bolsa Família e dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e de Referência Especializado (CREAS); orientações jurídicas; atendimento ao consumidor com o Procon; serviços de saúde e exames de DNA para o reconhecimento de paternidade, além de atividades culturais e de lazer.

Iniciada em 2016, a Caravana da Justiça Social surgiu do Mutirão Social do Programa Pacto pela Vida, criado, inicialmente, para prestação de serviços básicos a comunidades carentes de Salvador e Feira de Santana. Só este ano, o projeto já passou pelos municípios de Prado, Candeias, Senhor do Bonfim, São Sebastião do Passé, Entre Rios, Jussari, Dias d’Ávila, Catu, Salvador (nos bairros da Liberdade e Valéria), Maracás, Nova Viçosa e Teixeira de Freitas. No ano passado, foram realizadas 10 Caravanas, em nove Territórios de Identidade e mais de 3 mil quilômetros percorridos, beneficiando mais de 16 mil pessoas em todo o Estado.

Foto: Aline Valadares – Ascom/SJDHDS

Caravana leva serviços à Aldeia da Mirandela

Nessa sexta (10), a Caravana da Justiça Social esteve na aldeia da Mirandela, em Banzaê, no Colégio Estadual Indígena José Zacarias. Durante todo o dia, mais de mil pessoas passaram pela escola para ter acesso a oferta de serviços oferecidas pela SJDHDS. Amanhã, o projeto itinerante vai para Escola Municipal José Benevides, no Centro de Banzaê.

Durante todo o dia, a população indígena recebeu uma série de serviços como emissão de documentação pessoal, como RG, Carteira de Trabalho, CPF, Certidão de Nascimento e Casamento; cadastro no Programa Identidade Jovem (ID Jovem); solicitação e entrega de carteiras do Passe Livre Intermunicipal para Pessoas com Deficiência; atendimento do Bolsa Família e dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e de Referência Especializado (CREAS); orientações jurídicas; atendimento ao consumidor com o Procon; serviços de saúde e exames de DNA para o reconhecimento de paternidade, além de atividades culturais e de lazer.

Na parte da tarde dessa sexta, a prefeita do município, Jailma Dantas se reuniu com representantes das aldeias Kiriri da região e da SJDHDS para discutir as demandas da população indígena.

Na parte da tarde, foi realizada mais uma edição do Diálogos da Juventude na Escola Estadual Flaviano Dantas do Nascimento com o coordenador de políticas para Juventude, Jabes Soares.

A Caravana surgiu do Mutirão Social do Programa Pacto pela Vida, em 2016, visando assegurar o acesso de comunidades carentes aos serviços básicos e fundamentais. Somente no ano passado, mais de 16 mil pessoas foram atendidas dentro do projeto em todo o Estado.

Caravana da Justiça Social chega a Banzaê

Nos dias 10 e 11 de novembro, a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) leva, ao município de Banzaê, na região do Semiárido Nordeste II, diversos serviços gratuitos à população na 14ª edição do ano da Caravana da Justiça Social. Na sexta-feira (10), o projeto itinerante acontecerá a partir das 9h, na Escola Indígena Zacarias, na Aldeia Mirandela Kiriri, localizada no distrito de Mirandela. Já no sábado (11), também às 9h, a Caravana passará pela Escola Municipal José Benevides, no Centro de Banzaê.

O mutirão gratuito inclui emissão de documentação pessoal, como RG, Carteira de Trabalho, CPF, Certidão de Nascimento e Casamento; cadastro no Programa Identidade Jovem (ID Jovem); solicitação e entrega de carteiras do Passe Livre Intermunicipal para Pessoas com Deficiência; atendimento do Bolsa Família e dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e de Referência Especializado (CREAS); orientações jurídicas; atendimento ao consumidor com o Procon; serviços de saúde e exames de DNA para o reconhecimento de paternidade, além de atividades culturais e de lazer.

Durante os dois dias de ação, haverá também um momento de bate-papo com os jovens a respeito de temas atuais e de relevância para sociedade através do Diálogos com a Juventude, iniciativa da Coordenação de Políticas para Juventude (Cojuve) da SJDHDS, em parceria com o Conselho Estadual de Juventude (BA).

A Caravana da Justiça Social conta com a parceria da Prefeitura Municipal, Ministério Público (MP-BA), Defensoria Pública (DPU-BA), Tribunal de Justiça do Estado, Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente, Associação e Fórum de Conselheiros e Ex-conselheiros Tutelares, e secretarias estaduais, a exemplo da Secretaria de Administração (Saeb), Segurança Pública (SSP), Desenvolvimento Rural (SDR), Planejamento (Seplan), Educação (Sec), Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e Saúde (Sesab).

Serviço
O quê: Caravana da Justiça Social em Banzaê
Quando: 10 e 11 de novembro, a partir das 9h
Onde:
Sexta-feira (10): Escola Indígena Zacarias (Aldeia Mirandela Kiriri – Distrito de Mirandela)
Sábado (11): Escola Municipal José Benevides (Av. da Emancipação, Centro)
Aberto ao público

Caravana Social chega ao município de Banzaê nos dias 10 e 11 de novembro

A próxima Caravana Social será nos dias 10 e 11 de novembro, no município de Banzaê, no território indígena de Mirandela.

O mutirão inclui emissão de documentação pessoal, como RG, Carteira de Trabalho, CPF, Certidão de Nascimento e Casamento; cadastro no Programa Identidade Jovem (ID Jovem); solicitação e entrega de carteiras do Passe Livre Intermunicipal para Pessoas com Deficiência; atendimento do Bolsa Família e dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e de Referência Especializado (CREAS); orientações jurídicas; atendimento ao consumidor com o Procon; atendimentos de saúde e exames de DNA para o reconhecimento de paternidade. Tudo inteiramente gratuito.

Iniciada em 2016, a Caravana da Justiça Social surgiu do Mutirão Social do Programa Pacto pela Vida, criado, inicialmente, para prestação de serviços básicos a comunidades carentes de Salvador e Feira de Santana. Só este ano, o projeto já passou pelos municípios de Prado, Candeias, Senhor do Bonfim, São Sebastião do Passé, Entre Rios, Jussari, Dias d’Ávila, Catu e Salvador (nos bairros da Liberdade e Valéria). No ano passado, foram realizadas 10 Caravanas, em nove Territórios de Identidade e mais de 3 mil quilômetros percorridos, beneficiando mais de 16 mil pessoas em todo o Estado.

 

Em Maracás, Caravana da Justiça Social realiza ações de cidadania

Nesta sexta-feira, a cidade de Maracás, na região do Vale do Jiquiriçá da Bahia, recebeu serviços gratuitos à população nas áreas de direitos humanos, cidadania, acessibilidade, protagonismo juvenil, saúde, documentação civil básica, assistência social e jurídica, em mais uma edição da Caravana da Justiça Social.

O projeto itinerante, promovido pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), chegou, nesta sexta-feira, a sua 11ª edição.

Como vem ocorrendo tradicionalmente em todas as Caravanas, o titular da SJDHDS, o secretário Carlos Martins, participou do evento. Martins marcou presença no Diálogos com a Juventude, realizado no Ponto de Cidadania da cidade, promovido pela Coordenação de Políticas para a Juventude (Cojuve) da Superintendência de Direitos Humanos da SJDHDS.

“Esse diálogo é um estímulo da participação da juventude. A juventude empoderada pela educação precisa estar atuante. Precisamos aliar a estrutura da família e da educação para a participação popular. Essa participação política é fundamental”, disse Martins.

Em seguida, o secretário seguiu para o mutirão, realizado no Instituto de Educação da cidade. O mutirão incluiu emissão de documentação pessoal, como RG, Carteira de Trabalho, CPF, Certidão de Nascimento e Casamento; cadastro no Programa Identidade Jovem (ID Jovem); solicitação e entrega de carteiras do Passe Livre Intermunicipal para Pessoas com Deficiência; atendimento do Bolsa Família e dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e de Referência Especializado (CREAS); orientações jurídicas; atendimento ao consumidor com o Procon; atendimentos de saúde e exames de DNA para o reconhecimento de paternidade. Tudo inteiramente gratuito.

A Caravana ainda contou com capacitações para conselheiros tutelares e profissionais do Sistema Único de Assistência Social (SUAS). No encontro, marcado pela presença do secretário e da superintendente de Assistência Social da SJDHDS, Leísa Sousa, gestores do território discutiram as responsabilidades municipais para a consolidação do SUAS no território.

A ação teve a participação da Prefeitura Municipal, Ministério Público (MP-BA), Defensoria Pública (DPU-BA), Tribunal de Justiça do Estado, Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente, Associação e Fórum de Conselheiros e Ex-conselheiros Tutelares, e secretarias estaduais, a exemplo da Secretaria de Administração (Saeb), Segurança Pública (SSP), Desenvolvimento Rural (SDR), Planejamento (Seplan), Educação (Sec), Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e Saúde (Sesab).

A Caravana ainda contou com as presenças do prefeito de Maracás, Wilson Novaes, da secretaria de Assistência Social e primeira dama da cidade, Agnolia Novaes, do vereador de Maracás, Marcos de Clóvis; além do prefeito de Barra da Estiva, João Machado, e lideranças de outras cidades como Ituaçu.

Serviços de cidadania
Iniciada em 2016, a Caravana da Justiça Social surgiu do Mutirão Social do Programa Pacto pela Vida, criado, inicialmente, para prestação de serviços básicos a comunidades carentes de Salvador e Feira de Santana. Só este ano, o projeto já passou pelos municípios de Prado, Candeias, Senhor do Bonfim, São Sebastião do Passé, Entre Rios, Jussari, Dias d’Ávila, Catu e Salvador (nos bairros da Liberdade e Valéria). No ano passado, foram realizadas 10 Caravanas, em nove Territórios de Identidade e mais de 3 mil quilômetros percorridos, beneficiando mais de 16 mil pessoas em todo o Estado.

Cidade das Flores
O secretário Carlos Martins ainda visitou o cultivo de flores na região do Botelho, em Maracás. A produção de três hectares e 18 mil dúzias por mês atende a todo estado e dá ao município o título de Cidade das Flores. O secretário também conheceu a Central de Aquisição e Distribuição de Alimentos de origem da Agricultura Familiar, através do Programa de Aquisição de Alimentos – PAA.

Caravana da Justiça Social já beneficiou mais de 30 mil pessoas na Bahia

Iniciada em 2016, a Caravana da Justiça Social surgiu do Mutirão Social do Programa Pacto pela Vida, criado, inicialmente, para prestação de serviços básicos a comunidades carentes de Salvador e Feira de Santana. Só este ano, o projeto já passou pelos municípios de Prado, Candeias, Senhor do Bonfim, São Sebastião do Passé, Entre Rios, Jussari, Dias d’Ávila, Catu e Salvador (nos bairros da Liberdade e Valéria). No ano passado, foram realizadas 10 Caravanas, em nove Territórios de Identidade e mais de 3 mil quilômetros percorridos, beneficiando mais de 16 mil pessoas em todo o Estado.

O mutirão inclui emissão de documentação pessoal, como RG, Carteira de Trabalho, CPF, Certidão de Nascimento e Casamento; cadastro no Programa Identidade Jovem (ID Jovem); solicitação e entrega de carteiras do Passe Livre Intermunicipal para Pessoas com Deficiência; atendimento do Bolsa Família e dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e de Referência Especializado (CREAS); orientações jurídicas; atendimento ao consumidor com o Procon; atendimentos de saúde e exames de DNA para o reconhecimento de paternidade. Tudo inteiramente gratuito.

Maracás recebe 11ª Caravana da Justiça Social do ano

Na próxima sexta-feira (6), o município de Maracás, situado na região do Vale do Jiquiriçá, receberá a 11ª edição da Caravana da Justiça Social do ano. O projeto itinerante, promovido pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), acontecerá a partir das 9h, no Instituto de Educação, no Centro da cidade, e oferecerá à população diversos serviços gratuitos, nas áreas de direitos humanos, cidadania, acessibilidade, protagonismo juvenil, saúde, documentação civil básica, assistência social e jurídica, entre outros.

O mutirão prevê, gratuitamente, a emissão de documentação pessoal, como RG, Carteira de Trabalho, CPF, Certidão de Nascimento e Casamento; cadastro no Programa Identidade Jovem (ID Jovem); solicitação e entrega de carteiras do Passe Livre Intermunicipal para Pessoas com Deficiência; atendimento do Bolsa Família e dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e de Referência Especializado (CREAS); orientações e assistência jurídica; atendimento ao consumidor pelo Procon; serviços de saúde e exames de DNA para o reconhecimento de paternidade, além de atividades de lazer, culturais e esportivas para crianças.

A Caravana também terá mobilizações do Grupo de Apoio à Criança com Câncer (GACC-BA) e do Hemoba, apresentação do Fecriança, realização do Diálogos com a Juventude para os jovens locais, assessoramento e capacitação técnica da Superintendência dos Direitos das Pessoas com Deficiência (Sudef/SJDHDS), da Coordenação de Proteção a Criança e ao Adolescente (CPCA/SJDHDS) e da Superintendência de Assistência Social (SAS/SJDHDS) aos profissionais do Sistema Único da Assistência (SUAS).

A ação conta com a participação da Prefeitura Municipal, Ministério Público (MP-BA), Defensoria Pública (DPU-BA), Tribunal de Justiça do Estado, Conselhos de Direitos da Criança e do Adolescente, Associação e Fórum de Conselheiros e Ex-conselheiros Tutelares e de outras secretarias estaduais, a exemplo da Secretaria de Administração (Saeb), Segurança Pública (SSP), Desenvolvimento Rural (SDR), Planejamento (Seplan), Educação (Sec), Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e Saúde (Sesab).

Serviços de cidadania
Iniciada em 2016, a Caravana da Justiça Social surgiu do Mutirão Social do Programa Pacto pela Vida, criado, inicialmente, para prestação de serviços básicos a comunidades carentes de Salvador e Feira de Santana. Só este ano, o projeto já passou pelos municípios de Prado, Salvador, Candeias, Senhor do Bonfim, Valéria, São Sebastião do Passé, Entre Rios, Jussari, Dias d’Ávila e Catu. No ano passado, foram realizadas dez Caravanas em nove Territórios de Identidade e mais de 3 mil quilômetros percorridos, beneficiando mais de 16 mil pessoas em todo o Estado.

Serviço
O quê: Caravana da Justiça Social em Maracás
Quando: Sexta-feira, 6 de outubro, de 9h às 15h
Onde: Instituto de Educação de Maracás – Centro
Quanto: Gratuito

Caravana da Justiça Social atendeu centenas de pessoas hoje em Catu

Um dia inteiro dedicado à prestação gratuita de serviços e cidadania. É a Caravana da Justiça Social, promovida pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) que, nesta sexta-feira (29), chegou a Catu, Região Metropolitana de Salvador.

Na décima edição da Caravana, o serviço mais procurado continua sendo a emissão da segunda via do RG. “Tinha tirado minha Identidade só com 16 anos, então precisava renovar, até porque é importante andar sempre com os documentos em mãos”, afirmou Sandra Soares.

O mutirão de documentação abrange Carteira de Trabalho, CPF, Certidão de Casamento e de Nascimento – tudo inteiramente gratuito. A SJDHDS também emite o Passe Livre, que assegura gratuidade no transporte intermunicipal para portadores de deficiência. “Hoje em dia, a crise está aí, pra todo mundo, então o Passe Livre vai ajudar muito, porque preciso ficar indo a Salvador para fazer meu tratamento na perna”, pontuou Dona Maria Araújo.

Já a juventude pôde se cadastrar para tirar a Identidade Jovem – ID Jovem, que assegura gratuidade em viagens interestaduais, além do benefício da meia-entrada em eventos artísticos e esportivos. Durante o lançamento do Programa, a Prefeitura anunciou a implantação do Plano Municipal de Políticas para a Juventude e assinou decreto para criação do Conselho Municipal da Juventude.

“A juventude precisa estar do lado da paz, abraçar oportunidades como essa Caravana, fazer cultura, esporte e se preparar profissionalmente para ser o futuro desse país”, destacou a senadora Lídice da Mata, que prestigiou o evento.Também estiveram presentes o deputado federal Nelson Pelegrino, vereadores e secretários municipais.

“É uma felicidade estar dando esse pontapé inicial em favor de mais oportunidades para a juventude. Agradeço o apoio da senadora e do secretário Carlos Martins por esse momento único” , comemorou o prefeito, Gera Requião.

“Nossa Secretaria tem inúmeras ações para a juventude. Temos convênios com Olodum e Ilê Ayiê que promove oficinas gratuitas, o NEOJIBA, que  capacita  crianças e jovens através da arte. Então, parabenizo a Prefeitura pela criação do Conselho e coloco a Coordenação de Juventude da SJDHDS para dar total apoio a sua efetivação. É um chamamento para que vocês, jovens, tomem nas suas mãos o destino de Catu e o seu destino”, endossou o titular da SJDHDS, Carlos Martins.

Cidadania e Promoção Social
A Caravana da Justiça Social ainda incluiu serviços de saúde, ações de vacinação, exames gratuitos de DNA, atendimento ao consumidor com o Procon, orientação e assistência jurídica. Também foram prestados atendimentos do Bolsa Família e dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e de Referência Especializado (CREAS), e palestras e capacitação para Conselheiros Tutelares da Rede de Proteção da Criança e Adolescente, envolvendo municípios de toda Região Metropolitana.

Atividades culturais, apresentações de grupos folclóricos e de capoeira, oficinas de pintura e reciclagem, e contação de histórias completaram a programação da Caravana.

“É uma das principais ações da Secretaria, que assegura mais dignidade à população, proporcionando o acesso a serviços e direitos fundamentais. É justiça social na prática e promoção dos Direitos Humanos”, enfatizou Carlos Martins.

Pacto pela Vida
Iniciada em 2016, a Caravana surgiu do Mutirão Social do Programa Pacto pela Vida, visando assegurar o acesso de comunidades carentes, inicialmente de Salvador e Feira de Santana, aos serviços básicos e fundamentais. Somente no ano passado, mais de 16 mil pessoas foram atendidas dentro do projeto em todo o Estado.

Catu recebe Caravana da Justiça Social nesta sexta-feira

A Caravana de Justiça Social chega ao município de Catu. Uma iniciativa da Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), o evento acontecerá nesta sexta-feira (29), a partir das 9h, no Centro Administrativo da Cidade, com diversos serviços gratuitos, à comunidade, nas áreas de assistência social, jurídica, direitos humanos, cidadania, acessibilidade, protagonismo juvenil e saúde, entre outros.

“A Caravana é essencial para a sociedade, porque facilita a vida das pessoas com a prestação dos serviços básicos, além de garantir mais dignidade e valorização dos direitos humanos”, destacou o secretário da SJDHDS, Carlos Martins.

A décima edição disponibiliza serviços de saúde, documentação pessoal, como a gratuidade para a emissão da Carteira de Trabalho e da 2ª via do RG e da Certidão de Nascimento, cadastro no Programa Identidade Jovem – IDJOVEM, orientações para emissão de Passe Livre Intermunicipal para Pessoas com Deficiência, atendimento do Bolsa Família e dos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e de Referência Especializado (CREAS), orientações aos consumidores com o Procon, atendimento e assistência jurídica, além da gratuidade para exames de DNA. E para as crianças, atividades culturais e esportivas.

Mutirão de serviços para a cidadania
O projeto foi iniciado em 2016, quando foram realizadas dez Caravanas, abrangendo nove Territórios de Identidade e mais de três mil quilômetros percorridos, totalizando mais de 16 mil pessoas atendidas. O projeto surgiu do Mutirão Social do Pacto pela Vida, criado em 2015 para prestação de serviços básicos a comunidades de bairros carentes em Salvador e Feira de Santana.

Dias d’Ávila recebeu 9ª edição da Caravana da Justiça Social

Um dia dedicado à cidadania e promoção dos direitos humanos, com prestação de serviços gratuitos à população. É a Caravana da Justiça Social, promovida pela Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS) que, nesta sexta-feira (1º), esteve na cidade de Dias d’Ávila. A ação aconteceu no Colégio Estadual Edilson Solto Freire.

Entre as diversas ações foram oferecidas, a emissão de 2ª via do RG, CPF, Certidão de Nascimento e de Casamento, Carteira de Trabalho e do Passe Livre Intermunicipal, atendimento ao consumidor com o Procon, orientação jurídica, exames de saúde e reconhecimento de paternidade. A Caravana também contou com atividades culturais e de lazer, oficinas de pintura e reciclagem para crianças, e contação de histórias. Já os jovens de 15 a 29 anos se cadastraram no Programa Identidade Jovem (ID Jovem), que dá direito à gratuidade no transporte interestadual e à meia-entrada em eventos esportivos e culturais.

“Agradeço de coração, e em nome de todos os moradores de Dias d’Ávila, a parceria com a Secretaria de Justiça e o papel fundamental deste grande líder político, Carlos Martins, por tudo de bem que ele vem fazendo em nossa cidade e em toda Bahia”, destacou a prefeita, Jussara Nascimento.

O secretário, inclusive, se comprometeu a trazer unidades do SAC Móvel, em um segundo momento, para emissão gratuita de documentos na cidade da Região Metropolitana de Salvador. “Podem ter certeza de que a Secretaria de Justiça vai sempre fazer mais e melhor para assegurar dignidade e qualidade de vida a toda população”, afirmou Carlos Martins.

“Eu precisava tirar a segunda via do RG da minha filha, pois a primeira via ela ainda não sabia escrever e agora já sabe, então tem que tirar uma nova. Já tinha um tempo tentando fazer isso, mas só agora consegui. Eu amei, fiz tudo muito rápido”, comentou a dona de casa, Jaqueline Andrade, de 39 anos.

Agricultores familiares, capacitados pelo Programa Vida Melhor, da SJDHDS, também participaram da Caravana, comercializando frutas e legumes nas barracas cedidas pelo Programa. O evento ainda contou com apresentação de samba de roda.

Parte do Programa Pacto pela Vida, a Caravana conta com a parcerias da Coelba e Embasa (para atendimento administrativo e negociação de débitos), as secretarias estaduais do Trabalho (Setre), Segurança Púbica (SSP), Desenvolvimento Rural (SDR), Saúde (Sesab) e Educação (SEC), Ministério Público Estadual, Tribunal de Justiça, Defensoria Pública do Estado, Conselho Tutelar, Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e Universidade do Estado (Uneb).

© 2017 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA