LADO B DO CARNAVAL, com muito sol, brisa do mar, sal na alma e lifestyle.

Enfim, verão e carnaval na Bahia! A casadinha perfeita para muitas pessoas que esperam ansiosamente por esta época do ano para sair de casa, aproveitar as praias do litoral baiano, curtir as férias e cair na folia momesca mais famosa do Brasil. Muitos turistas chegam a cidade em busca de diversão nos camarotes e atrás dos trios elétricos, admirando os seus ídolos de perto, de acordo com o trajeto e a grade da programação das atrações.

Verão na Bahia

Ao contrário dessa movimentação, muitos baianos buscam se refugiar longe do circuito da folia, viajando para locais mais calmos, próximos a natureza e praticando atividades físicas e esportivas. E foi nessa “vibe”, desde criança, junto com a família, que fui conhecendo o carnaval. Na pequena vila de pescadores, em Praia do Forte, quando o acesso era restrito e feito através da balsa, a iluminação local a base de candeeiro e de gerador e a água retirada do poço com o uso de bomba manual, além das idas e vindas pelo calçamento de pedras de manhã bem cedo para ir pegar água na Bica em Itaparica e no final da tarde, preparando o jereré* para pescar os siris na área da rampa do mercado local.

Durante anos, no período do carnaval, revezando locais de veraneios, acompanhando as manifestações locais com caretas e pequenas fanfarras, intercalados com dias inteiros na praia nadando e mergulhando com irmãos e primos em paraísos calmos e longe da agitação, me fez aproximar e fortalecer a minha relação com o mar e a natureza.

Mesmo com o passar dos anos, a energia e a magia continuam muito presentes neste período. Ainda com duas a três tentativas realizadas anos atrás para conhecer a folia de perto, me aventurando em camarotes e blocos, acompanhando amigos vindos de São Paulo e do exterior, não foram suficientes para me render e virar uma foliã cativa do carnaval baiano. E nesse entremeio, ainda há aqueles que me questionam: “O que? Você não gosta de sair no carnaval da Bahia? ” ou “Como você não gosta de dançar atrás do trio? ”. Para quem bem me conhece, sabe que eu prefiro viajar ou estar em lugares calmos e de preferência perto da água.

Emoções, ótimas recordações, diversão, qualidade de vida e muitas surpresas boas ao se optar por estar mais próximo a natureza. Principalmente pela forte conexão que tenho com o mar e o esporte. E para não deixar de lado a tradição, o carnaval deste ano foi repleto de momentos de paz, sorrisos, leveza, harmonia, ótimas companhias e muito sal na alma. Sol, SUP e Surf!

Para quem ainda não teve a oportunidade de conhecer o “lado B” da Bahia, aproveitando as belezas naturais e os diversos pontos para prática de atividades como passeios de quadriciclos, caiaques, jangadas, mergulhos e tantos outros mais, recomendo se programarem para que nas próximas férias possam levar na bagagem inúmeras emoções e experiências que virão a agregar a vida de todos, deixando o gostinho do “quero mais”.

Clube da Prancha / Praia de Buraquinho

O carnaval se despede, mas o Blog Cândida Navarro está ativo e presente, informando e motivando a todos a terem uma melhor qualidade de vida, dando dicas do que acontece nos bastidores e para quem tem interesse em praticar algum esporte.

Acompanhe as redes sociais e as chamadas para as transmissões ao vivo pelo Facebook do Aratu Online e deixe os seus comentários.

Não espere o próximo verão chegar. Levanta do sofá e movimente-se!

Mova-se e seja feliz!

Sugestões de pauta o e-mail candidanavarro@gmail.com .

Instagram: @candidanavarro

Facebook: Candida Navarro

 

*Jereré: Armação, de formato cônico, feito de trança de bambu, cipó ou metal, no interior do qual se coloca isca para atrair os peixes.

 

Turismo Esportivo na Bahia, com Cândida Navarro

Turismo Esportivo na Bahia, com Cândida Navarro

Manhã ensolarada, com o mar liso, maré baixa e uma leve brisa na Av. Beira Mar, bairro da Ribeira, onde concentram-se diversas marinas e guarderias de equipamentos náuticos, como lanchas, jet skis, barcos a vela, windsurf, stand up paddles, canoas e caiaques. Esse foi o cenário inicial do I Jet Recôncavo, evento  promovido no último domingo (28) pela Marina Jacob Adventure e apoiado pela Prefeitura Municipal de São Francisco do Conde, através da Secretaria de Turismo e pela Federação Baiana de Jet Ski, com o intuito de fomentar o turismo local através do esporte náutico.

Na água, dezenas de jet skis se deslocaram em direção a localidade de Santo Estevão, em S.F.C., sendo um deles pilotado pelo vice-campeão mundial de Jet Ski, Bruno Jacob, e com o qual tive a grande honra de pegar uma carona e registrar todo o passeio, apreciando as belas paisagens no caminho, como a pequena igreja de Nossa Senhora do Loreto, construída em 1645, na Ilha dos Frades.

Créditos: Vilma Neres

Com cerca de duração de 45 minutos de travessia pela Baia de Todos os Santos, percorrendo um trecho entre dezenas de pequenas ilhas, fomos recepcionados e muito bem acolhidos pela comunidade local, com uma estrutura montada na orla, oferecendo delícias da culinária local, como o siri frito e os doces da Preta, servido pela simpática e sorridente quituteira local e seus colegas. Só em falar nesse aperitivo, já dá água na boca.

Além da culinária, alguns grupos musicais locais tiveram espaço para divulgar os seus trabalhos no palco montado pela prefeitura, tendo a participação especial da Banda Filhos de Jorge como uma forma de agregar e valorizar o evento. Neste arranjo, pôde-se observar que a partir de algumas ações simples é possível fomentar a economia local, potencializando a geração de emprego e renda, além da valorização da cultura local.

E quem resolveu retornar para Salvador de carro, levando os seus jet skis no reboque, não teve dificuldades. Mas para aquele que encarou a volta de jet ski, com a maré enchendo e o vento entrando com mais força na Baia de Todos os Santos, como eu, teve um retorno com emoção. Isso porque, com o vento mais forte, o mar ficou mexido e com consideráveis ondulações. Ou seja, a volta foi saltando ondas médias e pulando valas, exigindo um pouco mais de velocidade para encarar a situação.

E nessa aventura, sorte a minha estar na garupa de um exímio piloto e ter força e resistência nas pernas e nos braços para agarrar no colete do Bruno e aproveitar o retorno com velocidade, emoção e diversão. Me senti realmente em uma competição na qual ele dá aqueles saltos mirabolantes, que o faz estar entre os 5 melhores do mundo.

Resumo do dia? Novas amizades, a descoberta de um novo destino turístico, muita diversão, uma imensa satisfação em poder fazer parte de uma ação que promove um impacto positivo na economia local através do turismo e do esporte, além da gratidão pelo convite para acompanhar a turma nesse encontro esportivo. Ah, deixo aqui registrado apenas uma baixa. O meu lindo boné amarelo ficou para Yemanjá de presente.

Créditos: Ascom

Fiquem ligados, pois o Blog Cândida Navarro estará presente no mundo esportivo, trazendo muita informação, conteúdo de qualidade e a vivência do que acontece nos bastidores no segmento e divulgando o lifestyle.

Acompanhe as redes sociais e as chamadas para as transmissões ao vivo pelo Facebook do Aratu Online.

Não espere o próximo verão chegar. Levanta do sofá e movimente-se!

Mova-se e seja feliz!

Sugestões de pauta o e-mail candidanavarro@gmail.com .

Deixe os seus comentários aqui ou nas redes sociais e compartilhe as suas experiências.

Instagram: @candidanavarro

DESAFIO NAS DUNAS

Você já se imaginou andando entre imensos morros de areia, acompanhando o sol surgir no horizonte, cercado por dezenas de pessoas super dispostas, motivadas e ávidas por um treino de corrida num percurso de 5km a 8 km? Foi nesse cenário, no último sábado, 20, às 5h30 da manhã, que me surpreendi com cerca de 200 pessoas,  vindo de diversas direções e em grupos super animados para o início das atividades.

Créditos: Roberto Encarnação

Com um clima de confraternização, na região de Stella Maris,  tive a chance de caminhar em um bioma diferenciado, formado por imensas dunas, em direção a Lagoa do Abaeté, local escolhido pela unidade do Projeto Hapvida +1K para o treinamento dos participantes do grupo de corrida, com o objetivo de realizar a preparação específica para uma prova de Beach Run, aperfeiçoar o treinamento de subidas em areia, melhorando o desempenho na corrida de asfalto, estimular a musculatura na corrida aprimorando força, resistência e potência, além de motivar as pessoas a saírem da rotina, conhecer as belezas naturais do local e aprender a valorizar e defender o meio ambiente.

Por diversas vezes, ao passar pela região, fiquei imaginando de como seria o acesso e como eu poderia caminhar ou praticar uma atividade física por lá. Me fez relembrar a época da infância, na qual eu brincava e descia as dunas de areia na região da Pituba com irmãos e vizinhos. E a vontade virou realidade. Eu ali, entre dezenas de pessoas de diversas idades, cheias de disposição, correndo, subindo e descendo as dunas e tendo como um dos exemplo de foco, determinação e superação, o Eduardo Varoli, praticante assíduo de corridas de rua, que a partir de uma mudança de estilo de vida, eliminou 28kg.

Créditos: Roberto Encarnação

Eu não poderia deixar de pontuar uma outra questão observada durante a caminhada. A  preocupação com a preservação ambiental, principalmente com o descarte de lixo no percurso por parte dos participantes.  Todo o lixo encontrado no caminho e produzido durante a caminhada foi recolhido e descartado no final percurso. Exemplos de cidadania, respeito pelo próximo e cuidado com a fauna local foram alguns dos aspectos super positivos dessa interação com o meio ambiente e que deve ser seguido também por aqueles que frequentam outros locais públicos como as praças e as praias e que devem ser seguido por todos.

Com o intuito de conhecer o local e observar a dinâmica das atividades desenvolvidas pelos profissionais de educação física, Maurício Ribeiro e Weider Rocha, responsáveis pelo centro de treinamento do Projeto Mais 1K, tive a oportunidade de realizar a transmissão ao vivo do inicio do treino pelo Facebook do Aratu Online, aproximando os internautas daquela experiência de vivenciar o momento de expectativa, esforço, superação e emoção pelo desafio alcançado, motivando e demonstrando que é possível praticar uma atividade física ao ar livre sem custos.

E então?  O que falta para te motivar e te fazer sair de uma rotina sem graça e desgastante?  Gostaria de agradecer ao professor Weider Folha pelo convite para eu participar e vivenciar essa experiencia motivadora, a todos pela receptividade e motivação durante o percurso e parabenizar a ótima iniciativa do Projeto +1K da Hapvida que promove essas ações de forma gratuita em diversos pontos da cidade.

No próximo final de semana tem mais esporte e aventura. Acompanhe tudo através do Facebook do Aratu Online www.facebook.com.br/aratuonline e pelas minhas redes sociais.

Não espere o próximo verão chegar. Levanta do sofá e movimente-se!

Deixe os seus comentários aqui ou nas redes sociais e compartilhe as suas experiências.

Instagram: @candidanavarro

Facebook: Candida Navarro

REVEZAMENTO DA SEREIA

No último domingo, 14, a 2ª Edição do REVEZAMENTO DA SEREIA marcou o calendário esportivo nas praias de Lauro de Freitas e Salvador. Com a largada deste desafio na Praia de Buraquinho e chagada na Rua K em Itapuã, o evento reuniu cerca de 140 atletas em várias modalidades como: natação, canoagem (OC1, OC4 e OC6), Stand Up Paddle (SUP) e Paddleboad.

O Blog Cândida Navarro esteve presente interagindo com os competidores e a organização do evento, acompanhando os bastidores de tudo o que aconteceu nos momentos da largada e da chegada, além de realizar a transmissão ao vivo pelo Facebook do Aratu Online, aproximando um pouco mais o público desta grande festa no mar.

Logo no início da manhã, os atletas começaram a chegar na Praia de Buraquinho, se concentrando no Clube da Prancha, um dos picos de prática de Stand Up Paddle, kitesurf e surf oferecidos no município de Lauro de Freitas.  Fica esta dica para quem reside na região e para quem quer descobrir novos lugares para atividades esportivas.

 

Reunidos em grupos no ponto da largada, a natação foi representada por 12 equipes, com 5 atletas cada uma e a Canoa OC6 por 7 equipes, com seis atletas. Logo sem seguida, formados em pelotões, os atletas de stand up paddle, paddle board e canoa OC1 seguiram em direção a Rua K, em Itapuã, enfrentando 14km de mar agitado e vento forte, aumentando assim o grau de dificuldade da prova.

Como poucos eventos neste formato, o Revezamento da Sereia, além de conseguiu reunir várias modalidades aquáticas, contou com a presença de atletas de destaques nos rankings baiano e brasileiro, como o presidente da Federação Baiana de Stand Up Paddle – ABASUP, José Augusto,  Mel Figueiredo, Elaine Beserra, Fabrício Rodriguez, Ricardo Barata, Zeba Vilas Boas, Wilson Jr e Altemar Vinícius. No paddleboard a presença do maior incentivador da modalidade no Brasil, grande atleta, campeão, empresário e shapper, Maurício Abubakir, e da grande campeã Sinara Pazos Brito. Na modalidade Canoa OC1, mais uma vez, como destaque da prova e chegando em primeiro lugar, o multi atleta, Cláudio Brito, que também faz parte da equipe brasileira de paddleboard.

A modalidade de Canoa OC6 foi realmente uma grande demonstração de união, força, companheirismo e determinação. Com a participação de 7 equipes e mais 1 convidada (OC4), a prova contou com a presença maciça do Clube Canoa Bahia, com 5 canoas, além de ter como destaque a Kaleopapa, a primeira canoa polinésia na Bahia e que foi capitaneada pelo percussor deste esporte no estado, Frank Brito de Faro.  Como forma de reconhecimento,  e apoio, chamando a atenção para a inclusão social através do esporte, a Canoa OC4 do Projeto Pedra que Ronca, com crianças de 12 anos, foi convidada a participar desta travessia, incentivando a prática esportiva por jovens atletas da comunidade local de Itapuã.

Com estrutura bem montada na Rua K, em Itapuã, a chegada do revezamento foi marcada com uma grande festa entre os atletas, apoiadores, organizadores, admiradores do esporte e o público em geral.  Além da premiação dos primeiros colocados, todos os atletas receberam uma medalha, registrando o desafio batido, motivando e valorizando o esforço de cada um dos participantes.

Evento idealizado e realizado por Pauline Ribeiro da Maradentro Eventos Esportivos, o Revezamento da Sereia demonstra que o amor ao esporte e a motivação desta profissional de educação física, assim como o apoio de empresas comprometidas com a promoção da qualidade de vida, bem estar, saúde e do esporte, comprovam que é possível realizar eventos esportivos sustentáveis, sem altos investimentos, agregando de forma simplificada diversas tribos de atletas ávidos por atividade física, desafios e superação pessoal.

E por falar em atividade física e superação, no próximo dia 22 de janeiro, um novo desafio será acompanhado de perto pelo Blog Cândida Navarro. O treino coletivo de Corrida nas Dunas promovido pelo Projeto Hapvida Mais 1K, em Stella Maris e coordenado pelo educador físicio Weider Folha.

Fica aqui o convite à todos, no dia 22, a partir das 06h00 da manhã, acompanhar no Facebook do Aratu Online, os bastidores e as informações sobre este evento.

Não espere o próximo verão chegar. Levanta do sofá e movimente-se!

Mova-se e seja feliz!

Deixe os seus comentários aqui ou nas redes sociais e compartilhe as suas experiências.

Acompanhe também na galeria de fotos da www.esportemundo.com.br os bastidores desse lindo evento.

Instagram: @candidanavarro

Facebook: Candida Navarro

VIVER VERÃO!

Enfim, chegou a estação mais esperada do ano. O Verão!  E com ele o aumento das práticas esportivas por centenas de pessoas que estiveram aguardando este período em casa, devido às condições climáticas não favoráveis e pela falta de segurança e acessibilidade as praias e que agora buscam compensar o tempo “perdido” durante o ano.

O inverno prolongado em 2017 inibiu a exposição das pessoas as áreas públicas, esvaziando praças, ruas e praias e no sentido inverso, movimentou as academias por aqueles buscam manter a boa forma e se preparar para estarem em dia ao que se refere a qualidade de vida e em boas condições físicas para atividades físicas, como o futebol de praia, futvoley, beach tênis, surf, canoagem, stand up paddle (SUP) e muitos outros.

 

Em se tratando de verão, muitos grupos, clubes e associações iniciam os seus calendários esportivos no mês de janeiro, movimentando o cenário para quem busca iniciar uma nova modalidade ou retomar a sua prática. Como exemplos, temos: expedições de caiaque oceânico com longos percursos, na região da costa baiana; travessias, envolvendo natação, Canoa Havaiana , OC1, OC2, Paddleboard e Stand Up Paddle; corridas de aventura nas dunas e nas praias (Beach Run), enduros, festivais de skate, patins, surf, vela, além de competições automobilísticas de Kart e Off-road. Ou seja, esportes para todas as idades e gostos.

 

E para “Viver o Verão” com intensidade e acompanhar as diversas atividades esportivas oferecidas, não somente neste período, o Blog Cândida Navarro estará presente, participando e realizando  transmissões ao vivo através das redes sociais do Aratu Online (Facebook) www.facebook.com/aratuonline/,  informando e , principalmente, motivando a todos a praticarem uma atividade seja física ou esportiva.

E então?  Gostou da novidade?  Se prepare, pois neste domingo, 14, a partir das 7h30 começarão as transmissões ao vivo, com a cobertura da 2ª Edição do REVEZAMENTO DA SEREIA, o qual se configura como o primeiro evento do ano que une várias modalidades com a intenção de aproximar todos os atletas, amantes da água salgada, com uma grande festa no mar com a Natação, OC6, OC1, STAND UP PADDLE e PADLLEBOAD.

Para quem quiser acompanhar de perto, a largada deste desafio será na Praia de Buraquinho, em Lauro de Freitas e com a chegada na Rua K, em Itapuã.

Fique conectado, acompanhe a partir de hoje todas as informações sobre este evento e muitos outros mais através das redes sociais do Aratu Online.

Não espere o próximo verão chegar? Levante do sofá e movimente-se!

Mova-se e seja feliz!

Deixe os seus comentários aqui ou nas redes sociais e compartilhe as suas experiências.

Instagram: @candidanavarro

Facebook: Candida Navarro

Transmissão ao vivo: www.facebook.com/aratuonline/

SAÚDE x LESÃO NO ESPORTE – Como Prevenir?

Com a proximidade do verão e para aproveitar a estação mais aguardada do ano, muitas pessoas buscam recuperar o tempo perdido para voltar em forma em pouco tempo e com isso acabam negligenciando alguns cuidados e se lesionando por não executar um movimento correto no exercício ou exagerando nas cargas excessivas na atividade física.

Durante todo o ano, a maioria das pessoas busca se concentrar no trabalho, nas viagens, em seus projetos pessoais e planejam, geralmente, o seu período de férias para o verão. E é nesse momento que percebem que aquela bermuda ou o biquíni favorito não estão mais servindo.  E ai? As academias, pistas de corrida, parques, clubes, piscinas e tantos outros espaços lotam de pessoas desesperadas por resultados rápidos, o que pode levar a lesões e até procedimentos cirúrgicos.

Com a forte tendência que vem ocorrendo nos últimos anos, as pessoas estão buscando se cuidar mais e alguns segmentos da saúde e da beleza vêm oferecendo produtos e serviços para atender a demanda crescente desse público. Seja em clínicas de estética, em academias e estúdios de exercícios funcionais, de RPG e pilates.

Por alguns anos eu convivi com essa rotina. Trabalhar excessivamente durante todo o ano e ao chegar ao mês de outubro começava a planejar a atividade física para praticar no verão. Geralmente sempre um esporte, pois eu nunca fui muito fã de executar exercícios repetitivos e por não haver um desafio a ser superado.

Exercício na Barra

E foi nessa “onda” que adotei o exercício funcional, aliada ao acompanhamento de uma educadora física e especializada em movimento funcional, visto que, por usar muito salto alto, preciso de uma maior atenção com cargas de exercícios que venham a exigir mais das articulações dos joelhos. Da mesma forma, para fortalecer, me condicionar e potencializar o meu rendimento no esporte que adotei como prática e ter como estilo de vida.

O cuidado e a prevenção para evitar as lesões vão muito além da atenção mediante o acompanhamento de um especialista da área da saúde.  A escolha de um calçado/tênis, por exemplo, é um fator fundamental para que não haja um problema a curto e médio prazo.  Ao decidir retornar as caminhas, saindo da rotina da grandes maioria das pessoas que saem para comprar um tênis novo e aí, consultei uma loja especializada com pessoal capacitado na orientação do melhor produto e adequado e não pela busca do “menor preço”.  Sabia que de acordo com o nosso biótipo há calçados para tipos de pisadas?

Pois é, deixo aqui essas dicas básicas para quem quer voltar a andar, a correr ou praticar alguma atividade física. Esteja sempre atento e consulte profissionais especializados, pratique atividade física regularmente,  saia da rotina e não apenas no período do verão e utilize equipamentos e acessórios que não venham a prejudicar a sua saúde. Essas são as melhores formas de evitar maiores problemas de lesões com a prática inadequada de atividades físicas.

E então? Vai ficar esperando o verão chegar? Levanta do sofá e movimente-se!

Mova-se e seja feliz!

Deixe os seus comentários aqui ou nas minhas redes sociais e compartilhe as suas experiências.

Instagram: @candidanavarro

Facebook: Candida Navarro

SURF – Como Estilo de Vida & Inclusão Social

Nos últimos anos, o Surf no Brasil vem se destacando e se popularizando cada vez mais, passando a ser praticado por milhares de crianças, jovens e adultos, influenciados pelos incríveis resultados alcançados pela nova geração de surfistas brasileiros – “Brasilian Storm” –  nos campeonatos mundiais  e, principalmente, motivados pelos benefícios a saúde e a qualidade de vida que o esporte propicia.

E nessa minha longa caminhada como curiosa, admiradora e praticante de algumas modalidades esportivas, há dois anos me deparei com o Surf. Inicialmente motivada pela beleza dos movimentos de seus praticantes e depois pelo desafio de me equilibrar, descer os diversos tamanhos de ondas e resistir debaixo d´água no final de cada trecho percorrido.

Praia de Jaguaribe – Salvador/BA

Desde então, me vi envolvida neste universo, descendo as primeiras ondas com o meu Stand Up Paddle, o qual foi substituído, temporariamente e estrategicamente na época, por uma prancha de longboard nas aulas de surf, com o objetivo de aprender a técnica do esporte e ter a base necessária para entrar e sair do mar sem passar grandes dificuldades diante os diversos tamanhos de ondulações.

Como resultado, a prática do surf, além de proporcionar benefícios físicos como o aumento na flexibilidade e na resistência, me fez perceber e conhecer outros aspectos que acabaram sendo absorvidos naturalmente. A concentração, a paciência e o espírito de irmandade, por exemplo, começaram a ser exercidos na prática dentro d´água e levado instintivamente para o convívio familiar e no trabalho.

Praia de Jaguaribe – Salvador/BA

 

Além desses fatos, o Surf tem se mostrado um excelente instrumento de educação e inclusão social, com a implantação de dezenas de projetos voltados a crianças e adolescentes em situação de risco. A valorização desses jovens como cidadãos, a partir de ações que permitem o acesso à educação e ao esporte são maneiras de fomentar novos atletas e descobrir os talentos natos existentes entre aqueles que se encontram a margem da sociedade.

E neste aspecto, como cidadãos, temos que acreditar e incentivar ações que possam transformar positivamente as pessoas através da educação e da prática do esporte, criando uma nova geração, não só de ídolos produzidos por aspectos comerciais, mas sim, como exemplos natos a serem seguidos.

Praia de Jaguaribe – Salvador/BA

 

Como curiosidade e para quem quer começar a aprender alguns termos e gírias no surf os e seus significados, seguem alguns bem utilizados, tais como:

Aloha – palavra da língua havaiana que pode ser usada como saudação ou despedida (olá ou tchau). Antes de se transformar em saudação era usada como demonstração de afeto, paz e compaixão.

Mahalo – marrálo, como se pronuncia, significa “obrigado” na língua havaiana. Representa a gratidão sincera que uma pessoa sente por outra e, para o povo havaiano, deve ser utilizada de maneira sábia e honesta.

Crowd – quando um pico tem muito mais surfista do que onda costumamos falar que ele está “crowdeado”.

Swell – tempestade em alto mar. Quando ocorre um swell, pode ter certeza que ondas chegarão a costa. Muito comum o surfista falar “está entrando um swell grande amanhã”.

Shaper – é o artista que desenha e faz as pranchas de surf.

E aí? Sentiu-se atraído em conhecer e praticar o Surf? Querem dicas, tirar dúvidas ou compartilhar as suas experiências?  Deixem os seus comentários aqui ou nas minhas redes sociais.

Quem sabe possamos compartilhar uma onda qualquer dia desses?

Aloha!!

Mova-se e seja feliz!

Instagram: @candidanavarro

Facebook: Candida Navarro

 

COWORKING? A NOVA TENDÊNCIA

“Sim, eu uso Coworking!”

Na maioria das vezes quando eu falo que estou no Coworking as pessoas me questionam: “O que é isso?”.

Coworking nada mais é do que uma nova forma de pensar o ambiente de trabalho utilizando os espaços projetados e recursos de escritório de forma compartilhada, onde as pessoas de diferentes áreas de atuação se reúnem, como profissionais liberais, empreendedores, usuários independentes e empresas enxutas que buscam reduzir os seus custos.

Este novo conceito vem conquistando milhares de profissionais e empresas de diversas áreas em todo o mundo e permite, além de resolver o isolamento decorrente ao modelo de trabalho conhecido como home office,  ampliar a rede de contatos através do networking e também a produtividade.

Neste novo ambiente de trabalho é possível se estabelecer relacionamentos de negócios onde os serviços são oferecidos e também são contratados de forma mútua, podendo resultar em novas ideias e projetos em conjunto.

 

Cândida Navarro

 

E foi assim, a partir de dois anos atrás que comecei a utilizar os espaços colaborativos.  Como exemplo, atualmente, na Station Coworking em Villas do Atlântico, venho trocando experiências e realizando parcerias com alguns profissionais e empresas associadas ao espaço, tais como: a agência de publicidade R360, a social media e redatora web da Etc Agência Digital, Thialy Andrade e o arquiteto e empreendedor, Francisco Mello Passos.

 

Espaço compartilhado na Station Coworking Villas

 

Segundo o idealizador da Station Coworking, Chico Passos, este formato de negócio vem permitindo intermediar muitos negócios entre os clientes e muitos trabalhos já foram fechados em no local.

Alguns depoimentos:

 “A experiência de trabalhar num ambiente compartilhado é realmente única, pelas trocas que proporciona e pela economia gerada ao compartilhar equipamentos e estrutura. Dos Coworkings que passei a Station me cativou pelo aconchego. Meu trabalho exige concentração e lá encontro um equilíbrio bom entre o silêncio para a criação e a sinergia do network com profissionais de diferentes áreas. No final das contas a rede está sempre trazendo novas possibilidades que no isolamento do home oficce a gente não encontra.”

Isa Lorena assessora de comunicação

 

“Eu utilizo o Station Coworking desde janeiro de 2017, onde me permite fazer negócios, ampliar o meu network, ter um baixo custo de manutenção, além de trocar ideias, experiências e fazer novas amizades. É um espaço bacana e tranquilo onde eu consigo me concentrar e focar nos meus jobs.

Aconselho a todo profissional a conhecer e frequentar o espaço, pois tenho a certeza que não irá se arrepender”.

Thialy social media

 

Então eu digo: “Sim, eu uso coworking e recomendo a todos que buscam ampliar a rede de contatos e potencializar novas parcerias de negócios”.

 

Ao adotar este novo formato, migrando de estruturas tradicionais para espaços colaborativos, aliado ao uso da tecnologia como suporte, eu me tornei uma verdadeira nômade digital, que por sinal é um dos temas que irei abordar em novo post logo em breve.

E aí? Querem dicas, tirar dúvidas ou compartilhar as suas experiências?  Deixem os seus comentários aqui ou nas minhas redes sociais. Quem sabe surge um novo projeto?

Mova-se e seja feliz!

 

Instagram: @candidanavarro

Facebook: Candida Navarro

Maiores informações sobre Coworking

STATION COWORKING
http://www.stationcoworking.com.br/
Instagram: @stationcoworking

Estilo de Vida e Gastronomia Funcional

Todos os dias somos bombardeados com diversas informações, fórmulas milagrosas e receitas para se “entrar em forma”. Na correria diária deixamos de nos alimentar corretamente, sendo práticos, consumindo produtos industrializados, fast food e tantos outros que estão ao nosso alcance, detonando, de certa forma, nossa saúde.

Muitas são as variedades de alimentos saudáveis, ainda mais quando buscamos adotar um estilo de vida que nos dê qualidade e longevidade. Desde verduras, legumes e frutas encontradas nas feiras, aos produtos funcionais, que além de nutrir, atua na prevenção ou combate de alguma doença.

Ao tomar consciência de que era necessário adotar uma alimentação que suprisse as minhas necessidades diárias para as práticas esportivas e para atender aos treinos intensos, venho pesquisando e experimentando diversos alimentos saudáveis e que também sejam práticos na sua preparação.

Na última semana, fui convidada para participar de uma oficina de gastronomia oferecida pela Nutrimaster e ministrada pela Chef de culinária funcional, Mel Cady, com o tema “Raw Food” ou comida viva, que é uma alimentação baseada em produtos de origem vegetal, não processados ou cozinhados acima de 42º centígrados, onde são preservadas todas as enzimas que ajudam a sua própria digestão e outros processos metabólicos que resultam na produção de energia e desintoxicação do organismo.  Posso confessar que fiquei encantada com esta nova tendência que vem sendo adotada por muitas pessoas que buscam se alimentar bem e de forma saudável.

A partir de simples ingredientes como, alface, amêndoas, alho, cebola, azeite de oliva, limão, abobrinha, castanha de caju, manjericão, sementes de abóbora, cacau em pó e algumas frutas, surgiram pratos incrivelmente simples nos preparos e surpreendentes para a degustação. Um verdadeiro banquete colorido e super saudável que conquistou o meu paladar e enriqueceu as minhas opões para o cardápio diário.

O querer mudar, experimentar, evoluir e, acima de tudo, adotar uma alimentação saudável é algo que ocorre de forma gradativa, ainda mais quando estamos inseridos em um contexto familiar baseada em uma alimentação da cozinha baiana tradicional, com seus insumos ultra calóricos e que não ajudam numa dieta balanceada.  Mas uma coisa é certa. O querer é poder!

E para que ficou curioso, quer conhecer um pouco mais sobre o “Raw Food” e aprender algumas receitas super saudáveis e práticas, fica aqui a dica: Vem aí novo “Workshop de Culinária Funcional – com Mel Cady”.

 

Acesse e confira!

Instagram – @mellcady
Facebook – Melissa Cady

 

 

Kettlebell – Transformação, saúde e bem-estar.

Para quem já me acompanha nas redes sociais e também fora delas, sabe que eu sou apaixonada por esportes, atividades físicas e tecnologia. E foi a partir de um “click”, há cinco anos, em busca de uma atividade física, tendo o mar como cenário, que eu literalmente renasci para um novo mundo.  A prática de esporte, com o Stand Up Paddle (SUP), que nada mais é que uma prancha em dimensões maiores que uma prancha de surf e sobre a qual utilizamos um remo para nos mover e o exercício funcional, como auxiliar no condicionamento para as remadas.

De uma paixão instantânea que, com o passar do tempo, foi se tornando cada vez mais presente e intensa, ao ponto de se repensar as prioridades e mudar o estilo de vida. De uma executiva, “workaholic” assumida, trabalhando em uma área totalmente burocrática, com grandes demandas de atividades e viagens e com o condicionamento físico totalmente “detonado”, para uma blogger, influenciadora digital em lifestyle, consultora em planejamento estratégico de marketing digital, colunista de rádio e atleta de Stand Up Paddle profissional.

A partir de uma decisão de querer transformar o estilo de vida, contando com o auxílio de profissionais neste processo de mudança e utilizando o Kettlebell, uma bola de ferro com alça utilizada no levantamento de peso, originado na Rússia, que foi possível fortalecer o meu corpo para resistir às longas remadas e me preparar como atleta profissional.  Longas remadas, travessias, participação de campeonatos e título inédito para o norte-nordeste e, acima de tudo, o maior resultado: a superação pessoal.

Agradecimentos: @burpeescomfortfitness

Foto: @panoramdigital

Muitos desafios foram superados. E posso afirmar que quando há foco, determinação, renúncias, paciência e amor pelo que se faz e acredita, o resultado é positivo, além de poder motivar e ser exemplo para muitos que querem sair da zona de conforto e viver melhor.

E, em se tratando de estilo de vida, bem-estar e saúde, o kettlebell é uma excelente dica para quem quer dar aquele adeus à monotonia, praticar uma atividade física super eficiente e que vem se destacando no mundo ao que se refere ao condicionamento, reabilitação e preparação física de atletas para atividades de alto rendimento.

E aí? Quer experimentar? Envia-me mensagem por aqui ou pelas minhas redes sociais que passo o caminho das pedras!

Mova-se e seja feliz!

© 2018 - TV Aratu - Todos Direitos Reservados
Rua Pedro Gama, 31, Federação. Tel: 71 3339-8088 - Salvador - BA